Velho Amigo

Velho Amigo

Ele para, fecha os olhos e respira fundo, deixando o máximo de ar preencher seus pulmões. “Estou perto” ele pensa e volta a caminhar. A mata é densa, a luz tem dificuldade em passar pela copa alta das árvores e o caminho é cheio de pedras, cipós e plantas das mais diversas cores e tipos.

“Como vou saber que cheguei?” é a pergunta que o atormenta há dias. Ele nunca viu um gigante adormecido, não sabe como devem aparentar, tudo o que escutou de seu mestre foi “Você vai saber”.

Logo a frente, raios de luz iluminam uma grande rocha. Ele para de caminhar, há algo de estranho aqui. “Isso não é uma rocha…”

Esse é o desenvolvimento visual de um projeto pessoal que venho escrevendo e criando há algum tempo. Faz parte do meu processo criativo ilustrar algumas cenas que escrevo. Assim como o texto me dá a base para as pinturas, as ilustrações me ajudam a construir o universo na escrita.

Upgrading Thumb 1
Upgrading Thumb 2